“UBER das secretárias” reduz custo de atendimento das empresas

 

Serviço é apresentado  na Feira do Empreendedor 

“Tempo” talvez seja um dos recursos mais escassos na atualidade. Principalmente quando se trata de conciliar a vida pessoal e a profissional. E foi justamente o fator “tempo” que levou o empresário Alexandre Borin a fundar uma empresa, a partir de uma necessidade pessoal.

Depois de atuar por oito anos em uma multinacional de telecomunicações, tendo chegado ao cargo de Diretor em pouco tempo, Borin se viu em meio a um beco de difícil saída. Com um fluxo de demanda de trabalho muito grande, não sobrava tempo para quase mais nada além do trabalho, nem para atender ao celular muitas vezes!

Foi assim que surgiu, em 2009, a Prestus Secretárias Compartilhadas, que está como expositora na Feira do Empreendedor.

Em sociedade com seu amigo, Leandro Crocomo, e com um investimento inicial de R$ 250 mil (em 2009), a empresa inaugurou com exclusividade este segmento. Acabou sendo apelidada de o “UBER das secretárias” e teve um faturamento de R$ 2,4 milhões em 2016, permitindo que empresas cortassem custos sem impactos para o atendimento de clientes.

De acordo com Borin, fundador e Diretor Executivo da Prestus Secretárias Compartilhadas, a vida moderna está na contramão da Era da Colaboração. “Nos sentimos cada vez mais sozinhos com “nossos problemas” e a sensação geral é que para ter sucesso cada um tem que se virar por si só, no pouco tempo que dispõe. Mas isso implica fazermos coisas fora do nosso foco e da nossa especialidade. Na Prestus, pensamos o contrário disso: pensamos que é mais fácil resolver “juntos”, por isso, nosso time de secretárias compartilhadas fica 24 horas por dia à disposição. Tudo para salvar a vida dos nossos clientes, e seus negócios, que, sem nossa ajuda, eles teriam perdido”, explica o empresário.

.A empresa que contrata o serviço pode direcionar suas ligações para um número fixo exclusivo chamado “Número Mágico”, quando quiser, 24h por dia ou no período que desejar. Todas as ligações são atendidas por uma pessoa e não por um atendimento eletrônico. O atendimento é feito de forma humana e personalizada, em nome da empresa contratante, ou seja, quem está do outro lado da linha não percebe que se trata de um atendimento de uma secretária compartilhada, que não está fisicamente na empresa.

E o serviço não é apenas para passar recados. A equipe é treinada para fazer a qualificação (entrevistar) de quem liga, antes de direcionar o pedido, internamente. Por exemplo: pode agendar e remarcar consultas médicas; agendar visitas de técnicos; marcar reuniões de trabalho; informar tabelas de preços e forma de pagamento; etc.

A equipe é formada por profissionais especializados em diferentes áreas, são assistentes qualificados para ajudar cada um dos departamentos da empresa (do suporte às vendas, passando pelo financeiro ou compras) a crescer e ganhar escala. 

Para 2017 a empresa prevê um crescimento de 15% a 20% com aumento da carteira de clientes e da equipe de trabalho.